festa em casa ou buffet?

A tradição de comemorar aniversários começou há muitos anos aqui no Brasil e é uma das melhores coisas da vida, principalmente as infantis, sempre animadas e cheia de gostosuras.

Mas depois de decidir entre fazer ou não uma festinha, eis que surge uma dúvida bastante corriqueira: E agora? Fazer em casa ou em um buffet infantil?

Ambas as opções tem seus prós e contras. E tudo vai depender do gosto pessoal, estilo de festa que deseja oferecer, da sua necessidade e também da verba disponível. Porque nem sempre fazer uma festa em casa sai muito mais em conta do que em buffet, que normalmente é a alternativa mais prática. Mas se você é prendada, gosta de colocar a mão na massa e cuidar de todos os detalhes, então fazer uma festinha em casa pode ser a melhor opção.

Uma festa em casa ou até mesmo em salão de festas é sempre mais aconchegante e tem a “cara dos donos”. Sem contar que você tem a liberdade para começar na hora que quiser e fazer tudo do seu jeito, com itens exclusivos de fornecedores de sua preferência. E se a criança já for maiorzinha pode até ajudar nos preparativos. Garanto que será uma diversão!

Mas lembre-se, uma festa em casa requer um bom planejamento. Os pais precisam se organizar com antecedência para preparar o evento, já que o trabalho começa semanas antes. Você pode contratar um buffet com comidinhas especiais, docinhos personalizados, alugar brinquedos e atrações para distrair as crianças, e fazer você mesmo a decoração com um tema diferenciado. A primeira providencia é verificar se a estrutura do local escolhido atende ao número de convidados de forma confortável. Se o salão não tiver móveis então a solução é locar. Hoje existem fornecedores especializados em locação de mobílias, inclusive para festas infantis. E não esqueça: se chover e a festa for em uma chácara, por exemplo, só há duas alternativas: cancelar o evento ou providenciar uma cobertura, o que pode encarecer, e muito, o seu orçamento. Ainda ficará por sua conta: a distribuição dos convites - que hoje em dia pode ser através de email, a escolha das lembrancinhas, fotos, vídeo, e o que mais tiver em mente. No dia da festa, programe-se para atender os fornecedores pelo menos 3 horas antes da hora marcada para o início e na correria entre encher balão de cá, montar mesa dali, buscar docinhos, gelar as bebidas, se arrumar, arrumar a criança e receber seus convidados não deixe de observar se esta tudo saindo conforme o planejado. Cuidado apenas para não deixar de aproveitar a festa como gostaria. Uma dica valiosa é contratar uma pessoa de confiança que cuide destes detalhes para você no dia da festa, ou escalar a mãe, a sogra, a irmã ou a tia para essa função. Ah, e não esqueça que tem ainda o pós-festa! Quem já fez sabe! Dá trabalho mesmo e você vai precisar de ajuda!

Dona Aranha para Fazendo a Festa GNT

Bem, se optar por fazer a festa em buffet, este é um item que você não precisa mais se preocupar! Você entra e sai da festa como convidada e sua única preocupação é dar atenção aos convidados. Se algo não estiver indo bem basta avisar a gerente da festa. É muita comodidade mesmo! E, vamos falar a verdade: nada como acabar a festa e ir para casa abrir os presentes.

Festas em buffet são sem dúvida muito mais práticas, pois costumam ter um estilo padrão com tudo incluído no pacote, desde o cardápio, a decoração, brincadeiras e recreação, DJ, manobristas, coordenadora, etc. Por isso, são festas muito mais fáceis de organizar já que praticamente tudo fica por conta do espaço. Em uma reunião pode-se decidir todos os detalhes. Para quem tem a vida corrida e pouco tempo para pensar na organização da festa, essa opção é mais recomendada. Porém, como a maioria dos buffets têm duas festas por dia aos finais de semana, não tem muito jeito: ou a festa é no horário do almoço ou no jantar, limitada à 4 horas, com raras exceções. Não dá para fazer no meio da tarde, por exemplo.

Na minha opinião, uma das grandes desvantagens da festa em buffet é o estilo engessado, sempre com o mesmo jeito e com o mesmo padrão de decoração. Por isso alguns buffets mais moderninhos permitem que você mesmo faça uma decoração com “cara de festa feita em casa” ou contrate decoradores de mesas personalizadas. Mas lembre-se este é um custo adicional, que você deverá somar às lembranças e alguma atração diferenciada que queira contratar.

Os buffets tradicionais também são muito barulhentos!!! Se o aniversariante for pequenininho pode ficar um pouco irritado e não curtir tanto assim! Mas existem buffets e buffets, para todos os gostos e bolsos. E de uns anos prá cá surgiram novos espaços para festas infantis com conceitos diferenciados. São espaços amplos e mais arejados com muito verde! Sem brinquedos eletrônicos, com espaços pensados para as crianças e que promovem brincadeiras como antigamente. Sem contar que as comidinhas são sempre muito elaboradas e a decoração é charmosa! Uma outra tendência também é muitos pais optarem por buffets e espaços tradicionais principalmente se for uma festa grande, com mais de 120 convidados, como as comemorações de 1 ano. Que são muitos especiais para todos os familiares.

Traga Luz Buffet, SP

Por fim, independente da escolha feita – em casa ou buffet – você deve sempre optar por empresas e fornecedores sérios e, de preferência, que venham através da indicação de amigos ou conhecidos. Vale também pesquisar blogs e sites, para pegar referências. Recomendo que se faça uma visita técnica no espaço e degustações sempre que possível.

Como eu disse lá no início, qualquer festinha vai depender do estilo dos pais e da disponibilidade financeira. Mas o mais importante mesmo é comemorar, de um jeito ou de outro, pois para as crianças este é um momento de diversão, de reunir os amigos e familiares é que ficarão para sempre na memória.

Espero ter ajudado um pouco! Boa festa!